Magusto

No dia 7 de Novembro, houve uma festa, no nosso Colégio,  para angariar dinheiro para a Viagem de Finalistas.

Preparámos então uma pequena Peça de Teatro com a ajuda da nossa professora. Além disso, decidimos construir o nosso próprio fantocheiro (com uma caixa de cartão) e os nosso fantoches (com colheres de pau).

Dia de S. Martinho

(Narrador)-Num dia de muita chuva, o pai, a mãe e as crianças foram ao Centro Comercial comprar roupa para o Inverno que estava a chegar.

No caminho para casa, o Bernardo disse ao pai :

( Bernardo ) – Podemos ir comprar castanhas? Por favor!

( Pai) – Oh Bernardo ! Não vês que está a chover!?

(Catarina) – Mas pai, apetece-nos tanto!

(Mãe) – Não sejam chatos!

(Bernardo) – E quando parar de chover!

(Pai) – Depois logo se vê.

Narrador – Continuaram a viagem…Enquanto cantavam, a chuva acalmou.

(Catarina) – Pai, pai a chuva parou! Já podemos ir comprar castanhas?

(Pai) – Sim, está bem!Vamos ver se encontramos algum vendedor de castanhas.

Narrador – De repente, o Bernardo avista um vendedor de castanhas.

( Bernardo) – Pai , pára o carro! Está ali um vendedor de castanhas…

Narrador – O pai parou o carro para fazer a vontade às crianças.

( Mãe ) – Saiam do carro e vamos, então, comprar castanhas.

(Meninos) – Vamos comprar castanhas! Vamos comprar castanhas!

Narrador – Os meninos depressa chegaram junto do vendedor de castanhas.

(Meninos) – Bom dia ! Queremos castanhas, por favor !

(Vendedor de castanhas) – Está bem, está bem! Tenham calma meninos, há castanhas para todos.

(Narrador) – O vendedor de castanhas deu as castanhas às crianças e perguntou :

(Vendedor de Castanhas)Vocês conhecem a lenda de São Martinho?

(Meninos)-Não, pode contar-nos?

(Vendedor de Castanhas)-Num dia de temporal, seguia pela estrada um soldado Romano, montado no seu cavalo.

Na berma da estrada estava um mendigo cheio de frio, que pedia ajuda.

Martinho desceu do seu cavalo e com a espada cortou a sua capa a meio e ofereceu-a ao mendigo para se proteger do frio.

Mais quentes, os dois seguiram o seu caminho. Nesse momento, a chuva parou e apareceu um sol radioso.

Diz-se então que quando o tempo melhora em Novembro, chega o Verão de S. Martinho.

(Meninos) – Que linda história!

Narrador – Depois de ouvirem a história , a família decidiu ir para casa.

No entanto, pelo caminho, a Catarina viu um menino pobre a pedir dinheiro.

(Catarina) – Mãe, está ali um menino pobre, cheio de frio, a pedir dinheiro para comer.

(Mãe) – Não podemos fazer nada por ele!

(Bernardo) – Mas mãe, nós temos tanto, se calhar podemos dar-lhe alguma coisa.

(Mãe) – Mas o quê?

(Catarina) – Podemos dar – lhe roupa e alguma comida.

(Pai) – Então vamos lá ajudá -lo!

(Narrador) – Os meninos foram buscar roupa para oferecer , e foram ter com a criança.

(Bernardo) – Olá , como te chamas?

(Pedro) – Chamo-me Pedro e tenho muita fome.

(Catarina)- Nós temos aqui castanhas. Toma , não é muito mas ajuda.

(Pedro) – Obrigado, estão muito boas!

(Bernardo) – Toma, tens aqui, também roupa para te aqueceres.

(Pedro) – Obrigado. Hoje vou dormir quentinho!

(Narrador) – Continuaram a conversar , e antes de se irem embora, a mãe deu algum dinheiro ao Pedro, para se alimentar.

A turma

O nosso fantocheiro

Os Fantoches

1 Response so far »

  1. 1

    mariana lourenço said,

    ACHO QUE O TEATRO FICOU EXELENTE.
    O FANTOCHEIRO TAMBÉM.
    E OS FANTOCHES FICARAM MUITO BONITOS.


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: